Havia na igreja de Antioquia profetas e mestres: Barnabé, Simeão, por sobrenome Níger, Lúcio de Cirene, Manaém, colaço de Herodes, o tetrarca, e Saulo.
E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado.
Então, jejuando, e orando, e impondo sobre eles as mãos, os despediram.
(Atos 13.1-3)

Os capítulos 13 e 14 do livro de Atos registram a primeira viagem missionária feita por Paulo e Barnabé. O ponto de partida foi a igreja de Antioquia, na Síria. Havia nessa cidade uma igreja forte, dinâmica e ativa e, por isso mesmo, missionária. De sua equipe pastoral, e sob a orientação do Espírito, a igreja enviou dois de seus melhores obreiros – Paulo e Barnabé –, para abrirem novas frentes missionárias. Eles abraçaram o desafio com determinação e na dependência do Espírito e realizaram a missão com êxito.

A partir da atitude da igreja de Antioquia, percebe-se que a obra missionária é responsabilidade da igreja local. Não se faz missão sem o engajamento da igreja. A igreja de Antioquia nos dá o exemplo de uma comunidade que assumiu sua responsabilidade e abraçou a missão. Essa igreja se mostrou sensível à orientação e ao chamado do Espírito Santo aos seus obreiros.

Por entender a importância da obra missionária, a igreja abriu mão de dois dos seus melhores obreiros, enviando-os para a obra missionária. Conforme Atos 13.3, o ato de “impor as mãos” sobre eles, indica o compromisso da igreja para com os missionários. Ao orar e impor as mãos sobre eles, a igreja assumiu essa responsabilidade. A igreja estava disposta a abrir novas frentes missionárias.

O Espírito Santo, que chama missionários, é o mesmo que responsabiliza a igreja e exige o seu total engajamento. Quando a igreja assume essa responsabilidade, que é intransferível, os resultados aparecem. Os grandes e bem-sucedidos projetos missionários de Paulo e seus companheiros tiveram o respaldo da igreja de Antioquia.

Diante dos desafios atuais, devemos nos inspirar no exemplo de Antioquia para levar a cabo a obra da evangelização, tanto em nível local, quanto nacional e mundial.

Pr. Eneziel P. Andrade
eneziel@hotmail.com

Share →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.