E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas.

Ora, tudo provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, a saber, que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões, e nos confiou a palavra da reconciliação.

De sorte que somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por nosso intermédio. Em nome de Cristo, pois, rogamos que vos reconcilieis com Deus

(II Co 5.17-20)

Já chegamos ao final do primeiro mês de 2022!

O tempo vai passando rapidamente e, daqui a pouco, o ano já ficou velho. Por outro lado, contra a marcha imperativa do tempo que não para, temos a possibilidade de experimentar renovo; e isso é profundamente alentador.

Segundo o profeta Isaías, “os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam” (Is 40.31).

É por demais salutar a experiência de poder se libertar do passado e viver o novo de Deus para as nossas vidas. Conforme o ensino apostólico, em Cristo, experimentamos o novo Deus: “E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas” (I Co 5.17).

Estamos encerrando janeiro – o mês das férias. As férias são revigorantes, mas têm um efeito limitado: daqui a pouco queremos férias novamente. Somente em Cristo, a nossa alma experimenta descanso e alívio. Disse Jesus: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve” (Mt 11.28-30).

O Espírito do Senhor nos proporciona vivificação por meio da Palavra. Sabendo disso, o salmista clamou ao Senhor: “Ensina-me a fazer a tua vontade, pois tu és o meu Deus; guie-me o teu bom Espírito por terreno plano. Vivifica-me, Senhor, por amor do teu nome; por amor da tua justiça, tira da tribulação a minha alma” (Sl 143.10,11).

Não se deixe envelhecer com o ano em curso! Busque a renovação diária – a renovação espiritual. Deus nos reconciliou consigo, por meio de Cristo, para que vivamos em novidade de vida. Além de nos proporcionar essa renovação contínua, o Senhor deseja fazer de nós agentes da reconciliação para que todos experimentem o novo de Deus: “nos confiou a palavra da reconciliação. De sorte que somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por nosso intermédio. Em nome de Cristo, pois, rogamos que vos reconcilieis com Deus” (II Co 5.19,20).

Não permita que este novo ano seja marcado pela mesmice em sua vida. Fuja da rotina! Experimente algo novo! Busque a renovação da mente, do espírito… até mesmo dos hábitos mais simples da vida. Faça desta canção sua oração:

Renova-me, Senhor Jesus, já não quero ser igual.

Renova-me, Senhor Jesus, põe em mim Teu coração.

Porque tudo que há dentro de mim

Necessita ser mudado Senhor.

Porque tudo que há dentro do meu coração

Necessita mais de Ti.

Rev. Eneziel Peixoto de Andrade
eneziel@hotmail.com

Share →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.