Ensinamos nossos filhos, desde tenra idade, que, quando oramos falamos com Deus, e quando lemos a Bíblia o Eterno fala conosco.

Ouvir a Deus é uma necessidade de todos os Seus filhos. Não tem sentido o filho não ouvir a voz do Pai, quando sabe que Ele fala. Somos informados de que até os animais ouvem a voz de Deus. Temos, na Bíblia, o exemplo de uma jumenta e de um peixe que não só ouviram, mas também obedeceram.

Infelizmente, encontramos, no meio do povo de Deus, “filhos” que não querem ouvir a Sua voz. Outros até a ouvem, mas relutam em obedecer a ela. Existem aqueles que preferem ouvir a “voz do coração e a dos amigos”, em detrimento da de Deus.

Se não ouvirmos a voz do Todo-Poderoso certamente colheremos o amargo fruto das decisões que tomamos, pois não foram orientadas por Ele.

Aquele que não ouve a voz de Deus não está autorizado a falar em Seu nome.

Vivemos em uma sociedade onde as pessoas querem orientações sobre várias questões da vida, e necessitam delas. Por exemplo: Com quem vou casar? Que curso vou fazer quando for o momento de entrar na faculdade? Que carro vou comprar? Que emprego vou escolher? Etc. Muitos, querendo a resposta, procuram pessoas não autorizadas por Deus. E, quando isso ocorre, estão ouvindo aquilo que desejam e não o que precisam ouvir. As consequências serão desastrosas, pois ouviram não a voz de Deus e sim a do homem ou a do próprio coração.

Ouvir a voz de Deus é uma questão de treinamento diário. Quando examinamos o livro do profeta Daniel, percebemos que ele tinha uma vida íntima com nosso Pai deleste. Mas ele construiu essa intimidade no dia a dia. Consta, no capítulo 6 de seu livro, que ele era um homem de oração, ou seja, conversava com Deus todos os dias. Inclusive o texto nos mostra que ele fazia isso no mínimo três vezes ao dia (v. 10).

Uma enquete foi feita com vários cristãos, com a seguinte pergunta: Daniel orava três vezes ao dia e você? Foram obtidas as seguintes respostas:

23,68% responderam que só de vez em quando;
10,53% que nunca oram;
60,53% que oram sempre;
5,26% que só nas lutas.

Qual dessas é a sua? Espero que seja a terceira, isto é, “oro sempre”.

Amado irmão, procure desenvolver um relacionamento saudável com o Altíssimo para que você possa discernir o que é a voz d’Ele e o que não é. Após ouvi-Lo falando, procure obedecer, pois certamente Deus sabe o que é melhor para sua vida familiar, sentimental, espiritual, etc.

Que o Eterno seja gracioso para conosco e continue nos abençoando grandemente em nosso viver diário e em nossas decisões.

Com carinho

Rev. Romildo Lima de Freitas

Share →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *