Vivemos uma grande crise em nossa Nação. Olhando para os três poderes constituídos (Executivo, Legislativo e Judiciário), somos informados de que eles estão em crise, a qual atinge palácios e choupanas. Mas a mais aguda que enfrentamos é a grande falta de respeito para com as autoridades eclesiásticas, que são os nossos “guias espirituais”. Hoje, muitos membros de nossas Igrejas não tributam o respeito devido aos diáconos, presbíteros e principalmente aos pastores. Isso tem feito com que o momento do culto solene que prestamos ao Senhor da Igreja seja com uma falta de reverência como nunca se viu antes.

Creio que todos os membros devem procurar dar bom exemplo aos filhos, bem como também aos nossos visitantes. Quero listar quatro orientações que podem auxiliá-los a ser mais reverentes nas dependências do templo, especialmente no momento do culto:

1) Procure chegar cedo. Você já analisou por que somos pontuais no trabalho, na escola ou faculdade e negligentes para com os trabalhos da Igreja? Lembre-se: falta de pontualidade é sinal de descompromisso. A preparação para o Dia do Senhor começa no sábado à noite. Não durma muito tarde assistindo à TV ou navegando na internet. Não se esqueça do horário de início da EBD e dos demais cultos. Organize-se. Procure sentar-se nos primeiros bancos para não constranger ainda mais aqueles que chegam atrasado e chamam a atenção de todos porque precisam procurar um lugar à frente.

2) Caso chegue atrasado, não arraste as sandálias, sapatos nem faça barulho na Casa de Deus. Se você chegar no momento da oração ou da leitura da Palavra, aguarde o seu término para, então, adentrar o templo e se assentar. Siga a orientação dos diáconos e apenas entre se a congregação estiver entoando cânticos de louvor.

3) Evite conversas desnecessárias. A Casa do Senhor não é uma feira livre. Portanto, controle o volume da voz. Não há nenhum problema em você cumprimentar, fraternalmente, seu irmão na chegada, porém, quando o culto se iniciar, lembre-se de que toda a atenção deve ser tributada a Jesus Cristo. Prepare-se em silêncio e oração.

4) Os pais devem servir de exemplo aos filhos. Lembre-se de que as crianças observam seu exemplo e ensinos. Portanto, envide todo o esforço para que seu filho veja sua concentração durante o culto. Evite que ele fique correndo ou brincando. Mantenha-o ao seu lado. Esse não é o momento para brincadeiras, não é verdade? Mostre-lhe que a adoração é o motivo de ser da Igreja, e que ele também faz parte da família de Deus. Ele é, igualmente, um adorador e, por isso, precisa aprender, com os pais, como fazê-lo corretamente.

Que o Espírito Santo possa trabalhar em nossa vida de tal maneira que nos quedemos. E que, como membros da IPB local, nos esforcemos para que haja reverência no momento do culto solene que tributamos ao nosso Bondoso Deus.

Seu pastor

Rev. Romildo Lima de Freitas

Share →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *